Quais são as desvantagens da escarificação do solo?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Agropro-Quais-sao-as-desvantagens-da-escarificacao-do-solo

Devido ao intenso uso de máquinas pesadas nas operações de manejo do solo, a compactação tem sido um dos problemas mais comumente encontrados em lavouras por todo o mundo. A compactação do solo ocorre quando as partículas do solo são rearranjadas, diminuindo o espaço entre elas e aumentando a densidade do solo. Dessa forma, o crescimento das raízes muitas vezes fica limitado as camadas superficiais do solo, restringindo seu potencial de produção. Por esse motivo, muitos agricultores têm feito o uso da escarificação do solo para aliviar os problemas físicos.

No entanto, o revolvimento do solo mesmo quando pequeno pode causar alguns danos aos estoques de carbono do solo. A seguir, veremos alguns malefícios do uso da prática em sistema plantio direto.

Os efeitos da escarificação do solo são temporários

Na maior parte das vezes, o revolvimento do solo através da escarificação do solo traz resultados a curto prazo na melhoria da estrutura física e desenvolvimento das plantas. No entanto, essa melhoria na qualidade física por diversas vezes é apenas temporária, e em pouco tempo os problemas com a física do solo voltam a aparecer.

Em um trabalho desenvolvido por DA SILVEIRA NICOLOSO et al. (2008) observou que a escarificação mecânica quando realizada isoladamente não favoreceu a infiltração de água no solo e melhorou as condições físicas do solo apenas quando associada à escarificação biológica.

Escarificação sem necessidade

O revolvimento do solo é muitas vezes utilizado sem critérios muito bem estabelecidos. Ao observar que o solo está aparentemente compactado, muitas pessoas já realizam a escarificação do solo sem necessidade.  Em muitos casos, a escarificação do solo não traz efeitos benéficos para a estrutura do solo.

No trabalho desenvolvido por ARAÚJO et al. (2004), os autores demonstraram que a escarificação pode prejudicar algumas características físicas do solo como o intervalo ótimo de tensão da água no solo quando a operação é realizada sem necessidade.

Utilização de escarificação biológica

A escarificação biológica do solo se baseia na utilização de culturas com sistema radicular profundo para reduzir a compactação do solo sem causar efeitos deletérios para a qualidade do solo. No artigo “Escarificação biológica: uma alternativa para solos compactados” nós explicamos com um pouco mais de detalhes a utilização desta importante técnica. Com o objetivo de desenvolver uma agricultura sustentável, é ideal que o produtor sempre siga os princípios básicos da agricultura de conservação para que medidas de remediação não sejam necessárias para corrigir problemas em sua área. No artigo “Como criar um bom plantio direto?” nós damos algumas dicas de como desenvolver um sistema de qualidade.

E você sabe mais sobre a escarificação do solo? Compartilhe suas experiências conosco.

Referências

ARAÚJO, M.  et al. Efeitos da escarificação na qualidade física de um Latossolo Vermelho distroférrico após treze anos de semeadura direta. Bras. Ci. Solo, v. 28, p. 495-504,  2004.

DA SILVEIRA NICOLOSO, R.  et al. Eficiência da escarificação mecânica e biológica na melhoria dos atributos físicos de um Latossolo muito argiloso e no incremento do rendimento de soja. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 4, p. 1723-1734,  2008.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Sobre o Autor

Eng. Agrônomo e Mestre em Agricultura (Uso e Manejo do Solo) pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. Trabalha na área de matéria orgânica do solo com enfoque em plantio direto e sequestro de Carbono.

Comentários no Facebook