Conheça as três melhores técnicas agrícolas para manter a saúde do solo

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Agropro Conheca as tres melhores tecnicas agricolas para manter a saude do solo

A saúde do solo tem sido um termo muito utilizado na literatura científica para se referir ao seu nível de conservação. A preocupação com a conservação do meio ambiente, mudanças climáticas, aumento da população mundial e a constante necessidade de se produzir mais fez com que a produção de alimentos sustentável se tornasse uma das maiores necessidades da humanidade atualmente.

A agricultura de conservação vem se destacando como uma das melhores técnicas agrícolas para melhorar os índices de produtividade além de proporcionar a conservação do solo e do meio ambiente. No Brasil, o sistema plantio direto tem despontando como o principal sistema sustentável de produção de alimentos. A seguir falaremos brevemente sobre as três principais técnicas do sistema para se aumentar e conservar a saúde do seu solo.

Manutenção de cobertura permanente

A manutenção da cobertura do solo de forma permanente na área é um dos aspectos mais importantes de uma agricultura conservacionista em sistema plantio direto. A palha sobre a superfície do solo o protege contra o impacto das gotas de chuva, preserva a atividade biológica, diminui as amplitudes térmicas, promove a ciclagem de nutrientes, entre muitos outros benefícios. A escolha do sistema de rotação de culturas de forma a manter o solo coberto durante o ano todo, sem deixar “janelas”, consiste em uma das melhores técnicas agrícolas para se prover uma melhor qualidade para o seu solo.

Rotação de culturas diversificada

A rotação de culturas é também uma das melhores técnicas agrícolas para se manter a qualidade do solo, proporcionar um controle mais efetivo de pragas e doenças, além de se evitar o aparecimento de resistências contra pesticidas na área. Uma rotação de culturas ideal deve conter o cultivo de pelo menos três espécies na mesma área, de preferência rotacionando espécies com alta e baixa relação C/N.

As plantas com alta relação C/N como o milho, sorgo e gramíneas em geral, promove uma cobertura mais duradoura no solo, pois a composição da palhada (contendo mais lignina) demora mais para se decompor. Já as plantas com baixa relação C/N, destacando-se as espécies leguminosas, proporcionam uma maior adição de nitrogênio no sistema, promovendo a mineralização da matéria orgânica e estimulando a atividade microbiana.

Ausência de revolvimento do solo

O revolvimento ocasional do solo, seja por aração, gradagem ou escarificação é um dos erros mais cometidos em áreas sob sistema plantio direto. Em regiões de clima tropical, onde as condições climáticas (alta temperatura e pluviosidade) levam a intensidades muito maiores de intemperismo, o revolvimento do solo acaba sendo ainda mais prejudicial para o solo.

O rompimento e inversão das camadas de solo levam a quebra dos agregados, que são a principal forma de proteção da matéria orgânica. Com a exposição da matéria orgânica previamente protegida a agentes de decomposição, os estoques de C do solo acabam se degradando rapidamente, levando problemas com erosão e perda de nutrientes.

Como saber mais sobre as melhores técnicas agrícolas para a conservação do solo?

O constante estudo das técnicas da agricultura é essencial para todo profissional do meio agrícola. A realização de cursos e presença em palestras e eventos na área de fertilidade e conservação do solo é uma excelente forma de atualizar seus conhecimentos.

E você, sabe mais exemplos das melhores técnicas agrícolas para se manter a saúde do solo? Compartilhe suas experiências conosco.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Sobre o Autor

Comentários no Facebook