Entenda por que o plantio sustentável é o futuro da agricultura

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Agropro Entenda por que o plantio sustentavel e o futuro da agricultura

O cenário de mudanças climáticas enfrentado atualmente fez com que o tema aquecimento global se tornasse o centro de discussão de diversos setores da ciência e política. Pesquisadores de todas as áreas trabalham para desenvolver novas tecnologias e estratégias para frear o efeito estufa e amenizar os prejuízos causados pelo homem na natureza.

A agricultura possui um papel diretamente relacionado ao tema aquecimento global. Como pudemos ver no artigo “Agricultura Brasileira e o aquecimento global”, as atividades agropecuárias contribuem com cerca de 20% das emissões de CO2, 65% das emissões de CH4 e 92% das emissões de N2O (que é cerca de 300 vezes mais poluente que o CO2). Por outro lado, as atividades agrícolas podem também atuar como uma eficiente estratégia para mitigar os gases do efeito estufa, principalmente o CO2. Esse objetivo pode ser conquistado principalmente através da agricultura de conservação.

A seguir, veremos dois dos principais motivos pelos quais o plantio sustentável é o futuro da agricultura.

O plantio sustentável proporciona aumento de lucros do produtor

Há algumas décadas atrás, a agricultura de conservação era um tanto mal vista pela maioria dos agricultores. Realizar um plantio sustentável para muitos consistia em pisar o pé no freio na produção para proteger o meio ambiente, e dessa forma, abrir mão dos lucros. Atualmente, através dos esforços de diversos profissionais, entre eles técnicos, engenheiros agrônomos e agricultores, essa mentalidade mudou. Apesar do velho pensamento ainda estar presente em diversas propriedades, a maior parte dos produtores já enxerga o potencial da agricultura conservacionista em aumentar os lucros da propriedade através das maiores produções.

As técnicas de plantio sustentável, dentre elas o famoso sistema plantio direto, consistem na principal estratégia para se reduzir o número de aplicações de pesticidas na lavoura, melhorar a qualidade do solo, além de proporcionar a proteção do meio ambiente.

Estratégia para combater o aquecimento global

O solo consiste em um dos maiores reservatórios de carbono no planeta. O plantio sustentável, dessa forma, se tornou a principal estratégia para proporcionar a mitigação de gases do efeito estufa na agricultura.

No sistema plantio direto, por exemplo, através da manutenção da cobertura do solo, ausência de revolvimento e rotação de culturas diversificada, as adições de C no sistema superam as perdas por oxidação. Dessa forma, o solo aos poucos passa a armazenar C, aumentando a sua qualidade em diversos aspectos, além de atuar na mitigação do gás poluente na atmosfera.

Outros sistemas, como a integração lavoura pecuária (ILP), ou lavoura pecuária floresta (ILPF), têm sido muito utilizados também para proporcionar a agricultura de conservação. Além disso, tais sistemas provém uma maior segurança financeira para o produtor rural, uma vez que o mesmo terá diferentes fontes de renda, não ficando totalmente dependente da sorte.

Agricultura sustentável, um constante aprendizado

As técnicas para desenvolver uma agricultura conservacionista se desenvolvem cada vez mais. Dessa forma, o papel dos profissionais das ciências agrárias se torna fundamental para aliar os lucros na produção com a proteção do meio ambiente.

E você, sabe mais sobre como o plantio sustentável pode contribuir para o futuro da agricultura? Compartilhe suas experiências conosco!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Sobre o Autor

Comentários no Facebook