Sistema plantio direto, onde tudo começou

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Agropro Sistema plantio direto, onde tudo comecou

Um sistema que garante maior produtividade a um custo menor e que ainda é sustentável. Assim pode ser resumido o Sistema Plantio Direto que hoje é utilizado em larga escala no Brasil (mais de 85% das propriedades agrícolas).

Mas para chegar ao patamar de um país produtor, foram necessárias algumas décadas.

Hoje, produtores de todo o mundo vêm conhecer o Sistema Plantio Direto no Brasil. Mas as primeiras experiências da nova forma de produção foram justamente ao contrário. Foram os brasileiros que foram buscá-la em outros países.

Os produtores estavam em busca de uma salvação para a agricultura, já que a produção no Brasil vinha causando muitos danos à natureza, irreversíveis para a continuidade das plantações. Utilizando a mesma fórmula usada na Europa, o Brasil estava sofrendo com inúmeros processos erosivos.

Com o amplo revolvimento dos solos, e a utilização de máquinas pesadas, ficava fácil das chuvas levarem embora toda a camada fértil conseguido pelos agricultores. Solo pobre e rios assoreados. Muitos produtores já contavam os dias para o fim de suas atividades no campo. A desertificação das terras, principalmente no Paraná, já era assunto recorrente entre as décadas 1960 e 70.

Paraná foi pioneiro no Sistema Plantio Direto

A solução foi a busca de novas formas para se produzir. E alguém tinha que buscá-la. E foi um produtor de Rolândia (PR), Hans Bartz, é que foi se aventurar. Hoje ele explica que era isso ou parar com a agricultura. Nos Estados Unidos, Bartz se deparou com o Plantio Direto. Técnica que poderia dar certo no Brasil.

Utilizado desde 1950 nos EUA, o Plantio Direto se baseava na cobertura do solo para manter seus nutrientes. Diferente da técnica proveniente da Europa, e que era amplamente utilizada no Brasil, que previa a queima da palha da cultura de inverno e o revolvimento do solo para dar continuidade à cultura de verão.

Pesquisas e experimentos

Outros produtores do Paraná, da região dos Campos Gerais, acompanharam Bartz nos experimentos do Plantio Direto. No início desacreditados pelos demais agricultores, os pioneiros encontraram apoio nas universidades e instituições de pesquisa agrícola.

Difusão da nova técnica

Depois de comprovarem todos os benefícios, a nova técnica começou a ser difundida através de Cooperativas no Paraná. Além disso, os produtores, ávidos por compartilhar o Sistema Plantio Direto, formaram o Clube da Minhoca, que mais tarde, em 1992, originou a Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha.

E o nome “Clube da Minhoca” não foi à toa não. É que quando as minhocas apareciam, era sinal de que o solo estava fértil. E isto só foi acontecer após a inclusão do Sistema Plantio Direto nas propriedades. Com o amplo revolvimento que era feito, o solo era agredido, e as minhocas não apareciam. Elas significavam biodiversidade.

SPD em todo o Brasil

Mas não foram os amplos benefícios do Sistema Plantio Direto que foram os responsáveis pelo início de sua utilização em todo o Brasil. Propriedades de fora do Paraná ‘descobriram’ a nova forma de produção por volta de 1990.

Com a chegada do ‘Plano Collor’, os produtores não conseguiam pagar suas dívidas e dar continuidade nas suas produções. Assim, o Sistema Plantio Direto apareceu: uma alternativa mais barata para não deixar o campo.

Cronologia

  • 1950 – Plantio Direto iniciado na Inglaterra e nos EUA;
  • 1970 – Amplo processo erosivo no Paraná;
  • 1972 – Hans Bartz traz a técnica do Plantio Direto ao Paraná;
  • 1980 – Experimento de maquinários para o Plantio Direto – primeiros com animais de tração;
  • 1990 – Difusão e uso em todo o Brasil;
  • 1992 – Surgimento da Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha;
  • 2000 – Desenvolvimento de novas tecnologias para a técnica agrícola;
  • 2016 – Mais de 85% das propriedades férteis do Brasil utilizam o Sistema Plantio Direto.

Não foi à toa que o Plantio Direto teve tanta aceitação e desenvolvimento no Brasil. A técnica utilizada inicialmente, proveniente da Europa, não era compatível com o clima e solo brasileiros. No Plantio Direto os produtores acharam uma solução.

Agricultores, bem como pesquisadores destacam que a técnica inicialmente chegou ao Brasil na forma como era feita nos EUA, o Plantio Direto. Mas o hoje chamado Sistema Plantio Direto é genuinamente brasileiro, já que ganhou diversas melhorias e adaptações, como a rotação de culturas e a permanente cobertura do solo.

Bom, com este post falamos um pouco da história do Sistema Plantio Direto no Brasil. Mas se você quer saber mais sobre técnicas usadas na agricultura não deixe de acessar nosso blog e assinar nossa newsletter.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Sobre o Autor

AgroPro

Comentários no Facebook