Solo e Biodiversidade

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

No dia nacional da conservação do solo, saiba um pouco mais sobre um dos maiores patrimônios do planeta

O solo é o resultado do intemperismo de rochas por agentes físicos, químicos e biológicos, como a ação de chuvas, de ventos, e seres vivos; aliado à matéria orgânica. Abrigo para diversas espécies, como minhocas, fungos e micro-organismos, é dele que brota uma ampla vegetação, capaz de formar paisagens distintas e permitir a sobrevivência de diversas espécies que interagem entre si e com o ambiente. Graças ao solo, temos fontes de alimento, matéria-prima para os mais diversos fins, reciclagem de matéria orgânica, filtração e abrigo de água, dentre outros.

O solo, além de ser o principal substrato para a agricultura, é também suporte para estradas, fornece materiais para a construção civil, e é utilizado como depósito de lixo. É nos solos que se realiza a maior parte da ciclagem de nutrientes da qual o planeta Terra depende para se manter vivo. Por tudo isso, o solo é um recurso natural que deve ser conservado para que os serviços que ora prestam às sociedades sejam sustentáveis para as próximas gerações.

Solo e Biodiversidade

A biodiversidade de solos, tem um papel fundamental na regulação dos processos biogeoquímicos formadores e mantenedores dos ecossistemas. Dentre estes, incluem-se: a formação e estruturação de solos; a decomposição da matéria orgânica; a ciclagem de nutrientes; e a formação dos gases componentes da atmosfera terrestre. Algumas das características e funções importantes do solo resultantes da interação de sua biodiversidade com seus componentes químicos e físicos são:

• Gênese dos Solos;
• Estrutura de Solos;
• Matéria Orgânica, Capacidade de Retenção e Estoque de Nutrientes;
• Ciclagem de Nutrientes;
• Biodegradação de Xenobióticos;
• Controle Biológico.

Os solos e seus organismos podem ser afetados pela maneira como o homem cuida deste recurso natural. A atividade agrícola predatória, o desmatamento exacerbado, a poluição e as mudanças globais podem ter feitos deletérios sobre a biodiversidade e os processos ecológicos do solo, com consequências nefastas para o homem e o seu ambiente tais como:

• Perda do potencial de produção agrícola;
• Redução das taxas de decomposição da matéria orgânica;
• Ruptura ou alterações nos ciclos globais de nutrientes;
• Aumento das emissões de gases causadores do efeito estufa;
• Degradação de terras, erosão e desertificação;
• Alteração do funcionamento hídrico e conseqüente diminuição da disponibilidade de água para as plantas.

Portanto, o solo é um dos ecossistemas mais complexos da natureza, alem de suas importantes propriedades físicas ele contém inúmeros organismos que interagem e contribuem com ciclos globais que tornam toda a vida possível. Confira o infográfico abaixo:

Agropro-solo-e-biodiversidade

Solo e Biodiversidade. 2015 Ano Internacional dos Solos – FAO. Adaptado por AGROPRO.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Sobre o Autor

A AGROPRO é uma empresa de tecnologia dedicada ao desenvolvimento de soluções inovadoras para o agronegócio. Nossa missão, sempre atenta ao futuro, está comprometida através da ciência e tecnologia, possibilitar a excelência da atuação profissional de seus clientes e parceiros, idealizando realizar uma agricultura altamente produtiva e sustentável que garanta a conservação dos recursos naturais e saúde das pessoas. Saiba mais em: www.agropro.com.br

Comentários no Facebook